11 de maio de 2012

Estraga-prazeres

Quem nunca esteve assistindo a um filme ou série e viu toda a sua diversão ser estragada pelas tais revelações do enredo? Pois é, os famosos, temidos e odiados spoilers estão por toda parte... Nos filmes, nas séries, nos livros e até nas novelas.

Para a queridíssima e consultadíssima Wikipédia, o termo tem uma definição bem bonitinha: Spoiler em português literalmente significa espoliador, ou aquele que pratica espoliação. (Spoiler, em inglês significa aquele que estraga ou aquele que subtrai deteriorando, degradando, delapidando ou depredando algo.) O termo se refere a qualquer fragmento de uma fala, texto, imagem ou vídeo que se encarregue de fazer revelações de fatos importantes, ou mesmo, do próprio desfecho da trama de obras tais como filmes, séries, desenhos animados, animações, conteúdo televisivo, livros e video games, e  que, na maioria das vezes, prejudicam ou arruínam a apreciação de tais obras pela primeira vez.

A questão é que a fama que muitos espoliadores como Michael Ausiello possuem, ele, que é tido como cara que sabe tudo em Hollywood, acabam influenciando outras pessoas a sair por aí revelando informações importantes. É aí que surge a raiva e o desprezo aos spoilers e aos seus espoliadores. Porém, e para a infelicidade de quem gosta de contar os finais das coisas para os outros, não há uma opinião comum sobre isso. Como qualquer coisa, tem quem aprecie e tem quem deprecie. E os depreciadores surgem como maioria, principalmente quando o assunto é, digamos assim, uma paixão nacional.


Aqueles que tem contas no Twitter puderam acompanhar uma manifestação que correu por outras redes sociais à época do lançamento antecipado de Os Vingadores. Em vários lugares do mundo, no Brasil, inclusive, o filme foi exibido antes da estréia mundial no dia 4 de maio, e muitas pessoas acharam bacana contar o que iria acontecer no filme. Para resumir toda a história, o descontentamento foi tanto que Clark Gregg, ator que interpreta o Agente Phil Coulson, botou a boca no trombone e pediu aos fãs que parassem de revelar cenas e surpresas do filme. 







Até dá para entender quando um espoliador age de modo inconsciente, comentando desapercebidamente numa conversa, algo que os outros podem não saber, algo que é esperado que eles saibam, mas quando a espoliação é intencionalmente planejada e perpretada, a recomendação é seguir a cartilha do queridíssimo Clark Gregg e pedir que os spoilers se mantenham longe, ou então, HULK SMASH!