11 de maio de 2012

Press START to continue...


Atari, Nintendo 64, Mega Drive, Game Boy Advanced e Playstation 3. Não preciso dizer o que todos esses consoles tem em comum, né? Pelo menos em alguma época da vida, pessoas pelo mundo todo já tiveram a oportunidade de jogar neles. 

Antigamente, a galera toda se reunia na casa de quem fosse o dono do video game e lá se iam preciosas horas do dia na frente da televisão, com as manetes na mão e os olhos vidrados no jogo. Hoje, com toda a modernização dos aparelhos e dos jogos, as reuniões passaram a acontecer no ambiente virtual, onde se proliferam role playing games e outros tantos que prendem os jogadores na cadeira do computador.

Mas para aqueles que não tem tempo para ficarem sentados em casa, jogando online, ou então não tem muita grana para investir em televisões de última geração, jogos originais e placas de vídeo potentes, basta só ter um celular à mão e crédito para fazer alguns downloads. No caso dos usuários de iPhones e iPods, a Apple Store está sempre aberta e recentemente, tem trazido vários jogos bacanas para a galera.

Eu, Miss Geekgastic, sou proprietária de um iPhone 3GS (comprado de segunda mão e com pagamento parcelado, por que a vida não está mole para ninguém...) e resolvi ceder a essa febre de jogos nos telefones e players de música. Depois de várias horas desbravando o reino de Asgard e depois de vários encontros desagradáveis na cidade de Gotham, trago algumas das minhas experiências pessoais com "Thor: Son of Asgard" e "Batman Arkham City Lockdown".



Começando com "Thor: Son of Asgard", os primeiros passos são desembolsar $ 0,99 e esperar as duas horas que o download demora para terminar. Depois de sincronizar o aplicativo para o meu querido iOS, iniciei minha jornada com o Deus do Trovão. Os gráficos do jogo são bastantes simples e não há nada de extraordinário, afinal, se trata de uma versão compacta, desenvolvida especificamente para rodar nos sistemas leves dos iPhones e para caberem em suas telas retangulares. Basicamente, os comandos são muito semelhantes aos de uma manete normal, tirando o fato de que são executados no visor touch do telefone. O jogo segue a linha God of War, com várias pequenas fases e inimigos pelo caminho. Thor resiste bem aos ataques e possui uma defesa boa, o que vale o preço pago e garante uma boa diversão quando o tempo é curto e se quer jogar alguma coisa com urgência!



E "Batman Arkham City Lockdown", que segue a linha da franquia Arkham, apresenta uma jogabilidade bastante parecida com a de "Thor: Son of Asgard". As principais diferenças estão no tempo de espera longo para o jogo carregar e na resistência do Homem Morcego, que é bem inferior. Mas os gráficos são de ótima qualidade e o Batman responde bem aos comandos. O modelo de missões funciona bem para o jogo, que não fica muito pesado após o primeiro carregamento de dados e pode ser jogado tranquilamente com um bom par de fones de ouvido, no conforto dos nossos ônibus diários.