24 de novembro de 2013

#SaveTheDay

Imaginem que vocês são muito, mas muito fãs de alguma coisa. Pode ser qualquer coisa. 

Agora imaginem que durante 50 anos, houveram pessoas que alimentaram o seu sonho, que mantiveram a chama acesa. 

Depois de 50 anos, mesmo contando que você tenha visto, vivido e convivido com apenas uma pequena fração desse tempo, surge uma luz no fim do túnel. Uma oportunidade extraordinária. Algo que apenas poucos terão o privilégio de testemunhar.

Do ano zero até agora, milhões e milhões de pessoas olharam firme pelas suas janelas, apuraram seus ouvidos e esperaram para ver e ouvir uma única coisa. Uma caixa azul, disfarçada de cabine de polícia, com um sujeito nada usual lá dentro.

Esse sujeito já teve vários rostos, várias vozes, várias companhias. Ele também já foi a vários lugares. Ele é um homem das estrelas. Desses que nos faz querer conhecer os corpos celestes também. 

Nós já choramos com ele. Já rimos com ele. Mesmo nas piores situações, nós poderíamos contar com ele. Seu nome, nós não sabemos. Mas o chamamos mesmo assim. Ele é um sujeito com um dom. 

Sabe as lágrimas que derramamos por ele? Ele pode as curar. 
Sabe as vezes que nos sentíamos sozinhos? Ele nos dava esperança.
Sabe o amor que temos por ele? Irá perdurar por muitos e mais muitos outros 50 anos.

1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12... Muitas outras faces e interfaces virão. 

50, 100, 150, 200... Muitos outros especiais também.

Por isso fica o conselho: Salvem o dia. Não se esqueçam daquele homem que está por aí, voando em sua caixa azul, em busca de algo que todos sabemos o que é e onde fica. 

Home is where the heart is.
And our heart is in the T.A.R.D.I.S 

Happy 50th anniversary, Doctor!

Nenhum comentário: