17 de março de 2014

O Geek dos Geeks

Se alguém perguntasse aos geeks e nerds do mundo todo sobre quem poderia ser apontado como o maioral de todos os tempos, as respostas seriam as mais curiosas e variadas. E claro, alguém teria mais votos que os demais… Bom, e qual não foi a surpresa geral aqui na redação, ao descobrir que o vencedor dessa disputa havia sido o inventor sérvio Nikola Tesla.


Pois a disputa aconteceu de verdade, num campeonato promovido pelo site Geek Wire. E Tesla deixou para trás nomes como Bill Gates, Steve Jobs e Albert Einstein. Bastante surpreendidos por esse fato, a gente decidiu ir atrás de algumas informações sobre o inventor e cientista, que a gente só lembrava das aulas de física no Ensino Médio e do filme O Grande Truque, em que o lindo, maravilhoso e divo David Bowie deu vida a esse gênio da ciência, que amargou um longo período de ostracismo, até ser redescoberto no século XXI.

Tesla foi um sujeito que viveu sozinho por boa parte de sua vida, sempre se dedicando aos estudos e aos seus inventos. Ele passava horas e mais horas trabalhando, e vivia basicamente de biscoitos recheados, enquanto sua mente divagava com as coisas mais fantásticas, como contatos alienígenas. Não dá para negar que o cara era mesmo um geek! 


Apesar de seu legado significativo para a humanidade (Tesla inventou o controle remoto, a corrente alternada, que pode ser transmitida por longas distâncias e permitiu levar energia elétrica para localidades longe das usinas; e também inventou a primeira usina hidrelétrica do mundo, usando a força das Cataratas do Niágara), e apesar ter atingido fama e sucesso em sua época, depois de uma série de fracassos científicos o mundo simplesmente se esqueceu de Nikola, que morreu na penúria, deixando para trás uma série de inventos sem patente. 

Após a conquista do título de Maior Geek Que Já Viveu, os fãs desse excêntrico e brilhante cientista se uniram em um movimento nomeado de Teslamania, que busca restaurar o legado de Tesla e caminha a passos largos rumo ao seu objetivo. Recentemente, o inventor ganhou uma estátua no Vale do Silício, além dos 2 milhões de dólares arrecadados pelos fãs para a construção de um museu que irá homenagear Tesla e reunir peças e outras importantes memórias sobre o inventor.

Só nos resta concordar que apesar de alguns exageros e atribuições errôneas ao sérvio Tesla, nós ainda temos muito o que aprender com esse homem, que mesmo sendo parte do nosso passado, ainda tem muito a contribuir para o nosso futuro!

Nenhum comentário: