22 de outubro de 2016

Beren & Lúthien cem anos depois



Aqueles que já conhecem a obra do autor J.R.R Tolkien irão se lembrar do conto de Beren e Lúthien, que mostrava o amor entre um homem humano e uma elfa. A história dos dois aparece no livro O Silmarillion, e foi escrita em 1917. Cem anos mais tarde, a editora HarperCollins irá republicar a história, juntamente com outros trechos relacionados a ela e rascunhos anteriores do conto. O livro será editado pelo terceiro filho de Tolkien, Christopher Tolkien e também contará com ilustrações de Alan Lee.

A versão original da história, que foi escrita em 1917, passou por várias edições. Na primeira versão, Beren não era um homem mortal, mas um elfo. O romance em si foi inspirado pelo  relacionamento de Tolkien com sua esposa, Edith. Cem anos atrás, Edith dançou para o marido em "uma pequena clareira da floresta", e foi esse momento que serviu de inspiração para o primeiro encontro entre Beren e a princesa élfica Lúthien Tinúviel.

E falando em Lúthien, podemos afirmar com certeza que ela não é uma donzela em perigo como muitas personagens clichés da literatura mundial. Mesmo há cem anos, Lúthien desafiou convenções, salvou-se da escravidão, resgatou seu namorado mortal do perigo, e lutou contra o grande vilão da história no final.

E agora teremos a oportunidade de ver como as várias versões da história evoluíram ao longo do tempo quando a versão da HarperCollins for lançada em 07 de maio de 2017. Para os fãs brasileiros, é cruzar os dedos e esperar que a versão em português não demore muito a chegar por aqui.


-
FONTE: The Mary Sue.


Nenhum comentário: