31 de janeiro de 2017

A união faz a força



Estrelas Além do Tempo tem recebido bem pouco reconhecimento nas categorias de atuação, apesar de uma indicação para Melhor Filme no Oscar deste ano. Mas no Screen Actors Guild Awards, que aconteceu na noite do dia 29/01, as coisas foram um pouco diferentes. O elenco do filme levou para casa o prêmio de melhor elenco num filme de drama e a atriz Taraji P. Henson fez um discurso apropriadamente inspirador e motivador em nome das atrizes e atores que contracenaram ao seu lado no longa:

“Este filme é sobre união. Estamos aqui como atores orgulhosos, agradecendo a cada integrante desse sindicato incrível por votar em nós, por reconhecer nosso trabalho duro. Mas nos apoiamos nos ombros de mulheres que são três heroínas americanas: Katherine Johnson, Dorothy Vaughn, Mary Jackson. Sem elas, não saberíamos como chegar às estrelas. Essas mulheres não reclamavam sobre seus problemas, suas circunstâncias, os problemas. Todos nós sabemos o que estava acontecendo naquela época. Elas não reclamavam. Elas focavam em soluções. E assim, essas mulheres corajosas ajudaram a colocar o homem no espaço. Não podemos esquecer dos homens corajosos que também trabalharam com a gente. Que Deus dê descanso a sua alma em paz, John Glenn. Esta história é sobre o que acontece quando colocamos nossas diferenças de lado e nos unimos como raça humana. Nós vencemos, o amor vence, todas as vezes. Muito obrigada por valorizar o trabalho que fizemos. Muito obrigada por valorizar essas mulheres. Elas já não são figuras escondidas. Obrigada.”

Octavia Spencer, Janelle Monáe e Taraji P. Henson,
o trio de atrizes que protagonizou Estrelas Além do Tempo.
O que Taraji destacou trata-se de uma história real: a participação fundamental de três cientistas negras na missão da Nasa que levou o primeiro astronauta americano a entrar em órbita da Terra, em 1962 - período de profunda cisão racial nos EUA.

O SAG Awards desse ano, assim como as outras premiações mais comentadas, foi carregado de críticas políticas e discursos engajados, o que já era esperado depois da posse do novo presidente americano e das recentes medidas polêmicas tomadas por ele, especialmente pois muitas pessoas na indústria do entretenimento discordam do posicionamento de Donald Trump e abertamente se opunham a ele, oposição vista durante o fim de semana que foi marcado por protestos e manifestantes em todo o país unindo-se para combater a ordem executiva de Trump sobre viagens, imigração e refugiados.

Nenhum comentário: