10 de janeiro de 2017

Precisamos falar sobre Harlots, a nova série do Hulu

Todos os anos, novas séries chegam ao público trazendo histórias e personagens diferentes. Mas muitas dessas séries tem algo em comum: a forte presença masculina. Porém, o canal Hulu decidiu que era hora de mudar esse paradigma. Primeiro, ao produzir Harlots, uma série que foca no mercado do sexo no século 18 e segundo, pois tudo relacionado à série é feito por mulheres: roteiristas, diretoras e produtoras como Coky Giedroyc (Penny Dreadful) e China Moo-Young (Thirteen, Humans) são responsáveis por levar a história às telas das TVs.


De acordo com o site THR, a série de 8 episódios promete mostrar a nudez masculina tanto quanto a nudez feminina e se concentrar especificamente na perspectiva das heroínas do show. A produtora executiva Alison Owen disse que foi muito importante para nós desde o começo trazer o olhar feminino. Estávamos determinadas a fazer algo diferente. Nossa esperança desde o início foi fazer tudo do ponto de vista da prostituta.

A produtora executiva Debra Hayward acrescentou: nós realmente planejamos conseguir todas as diretoras. Temos as melhores das melhores no Reino Unido e isso influenciou o show exatamente do jeito que queríamos.

A equipe criativa também insistiu para que a série tentasse ser o mais precisa historicamente quanto fosse possível, embora o teaser divulgado no YouTube inclua uma trilha sonora mais moderna, a música Kids, de Sleigh Bells. Se a crítica irá ver Harlots com bons olhos, resta esperar a estréia da mesma no dia 29 de março. Mas para mim, enquanto mulher e espectadora, saber que a série foi feita por mulheres e para mulheres, mostrando a vidade mulheres, é um enorme passo no caminho da representatividade!


-
Fonte: The Mary Sue.

Nenhum comentário: