27 de fevereiro de 2017

Filmes estrelados por mulheres têm maior retorno de bilheteira



De acordo com a análise da startup WealthSimple, os filmes que as mulheres são as protagonistas apresentaram  um melhor retorno do investimento para Hollywood do que os filmes em que os homens estrelam. A WealthSimple analisou a bilheteria de mais de 2.100 filmes e descobriu que filmes com mulheres no papel principal geraram um retorno médio de 176% sobre o investimento inicial, em comparação com 127% dos filmes protagonizados por homens.

A verdade é que parte dessa realidade é um efeito colateral do sexismo de Hollywood. Filmes com orçamento milionário e efeitos especiais de primeira linha ​​são esmagadoramente do sexo masculino, e esses filmes tendem a ter orçamentos inchados, que são mais difíceis de transformar em lucro. Hollywood geralmente investe menos dinheiro em filmes dirigidos por mulheres, então esses filmes precisam vender menos ingressos para fazerem o seu lucro.



Assim sendo, não quero ouvir nenhum outro argumento "econômico" contra a equidade de gênero nos filmes! Estúdios produzem filmes de terror porque fornecem exatamente essa combinação: orçamentos mais baixos, retornos mais altos. E, no entanto, quando se trata de mulheres, o lucro parece ficar em segundo plano quando analisamos o patriarcado. Em 2016, as mulheres faláramos apenas 27% do diálogo nos filmes de maior bilheteria. Somente em Finding Dory as personagens femininas falam mais de 50% do diálogo.

E ainda assim, filmes como Estrelas Além do Tempo mostraram desempenho bem acima das expectativas de bilheteria. A revista Bloomberg escreveu sobre a rentabilidade do filme, afirmando que ele tem a maior bilheteria doméstica de todos os nove indicados para Melhor Filme no Oscar. (La La Land ainda lidera internacionalmente.) Ele gerou US$ 167,6 milhões de um orçamento de US$ 25 milhões.




As conclusões da WealthSimple são particularmente relevantes em uma indústria com uma diferença salarial tão pronunciada. Enquanto os números variam de ano para ano, uma vez que os contratos de blockbusters individuais podem inclinar a balança de forma bastante significativa, as atrizes de maiores salários num filme ganham, em média, 58% do que os atores mais lucrativos ganham. Elas ganham na casa dos 87% do que os atores ganham de forma geral.

Naturalmente, esses resultados são o resultado de um estudo de uma startup, e há uma abundância de fatores de confusão envolvidos no cálculo de custos de um filme e os lucros, por isso essa análise não é a palavra final sobre o assunto. Mas é mais uma peça de evidência contra a alegação vinda de Hollywood de que os estúdios lançam tantos filme com homens caucasianos como protagonistas pois estão apenas tentando atrair a maior audiência, ou obter o máximo por seu dinheiro.


-
Fonte: The Mary Sue.

Nenhum comentário: